22/11/2004

Universo virtual acelera treinamento


“Quanto menos tempo a gente acha que tem, mais tempo a gente arranja para fazer as coisas”. Por acreditar nesta possibilidade, Izabel Failde, aluna do curso Educador Virtual, do Senac-SP, se matriculou em um curso a distância. Com a agenda repleta entre viagens, consultoria em empresas e acompanhamento profissional, esta psicóloga se dispõe a estudar nos intervalos que consegue, que variam desde as tardes de segunda-feira até os sábados, às vezes num total de quase dez horas num dia só.

A flexibilidade de horários foi o principal motivo para a sua opção pelo ensino virtual. “Confesso que meu primeiro impulso para conhecer o ensino a distância foi movido pela curiosidade sobre esta metodologia de trabalho. Gosto muito de tecnologia. Neste curso pude aprimorar meus conhecimentos técnicos e obtive noções de diversas ferramentas existentes no mundo da informática”. Izabel possui seu próprio site, onde dá orientação profissional a distância. Ela mesma envia uma newsletter a seis mil assinantes.

Já nos módulos finais de seu curso, Izabel se prepara para finalizar uma monografia com o tema “Atendimento ao Cliente”. Tudo foi trabalhado virtualmente. “Mas é preciso muita atenção durante o curso. Quem não tem uma boa administração do tempo, disciplina e esforço extra não consegue o certificado. Muitos se enganam ao pensar que fazer um curso a distância será tranqüilo. O meu curso possui 6 módulos, cada um dura 15 dias. Desta forma me organizo neste período para completar todas as tarefas”.

Para a Diretoria de Operações do Senai – Departamento Nacional, professora Regina Torres, pessoas como Izabel optam pelo ensino a distância porque, nos últimos anos tem crescido a necessidade de um aprendizado constante, pois o mercado de trabalho impõe o desafio de atualizar as competências durante toda a vida.

“Por outro lado, a exigência de freqüências nas salas de aula presenciais nem sempre é compatível com as agendas sobrecarregadas das pessoas nas grandes cidades”, ressalta. Já as empresas procuram investir na renovação de competências para o maior número possível de seus colaboradores. “Junto a essas empresas estamos trabalhando e desenvolvendo programas criativos e inovadores”.

Leia esta matéria na íntegra no Guia de Educação a Distância 2005 pág. 50.

Fonte:  Guia de Educação a Distância 2005

 
 
  • Nenhum evento agendado para os próximos dias.